Empyreo Leme Lizards – A trajetória dos “Lagartos” até os playoffs Lizards_logo - Relacionado Full view

Empyreo Leme Lizards – A trajetória dos “Lagartos” até os playoffs

Foram meses equipando e treinando a equipe para finalmente chegar o dia da estreia do Empyreo Leme Lizards na II Super Copa São Paulo, organizada pela Federação de Futebol Americano de São Paulo – Fefasp.

O jogo seria contra o Pouso Alegre Gladiadores, e pra falar a verdade, pouco sabíamos da equipe adversária. Como era a inauguração do nosso campo, autoridades de Leme estiveram presentes e toda a cerimônia de abertura resultou no atraso da partida, deixando ainda mais tensos e nervosos os jogadores.

Gladiadores (amarelo) x Lizards (azul) - Foto: Oscar Verzola Jr.
Gladiadores (amarelo) x Lizards (azul) – Foto: Oscar Verzola Jr.

Esse nervosismo foi visto no primeiro quarto quando a equipe cometeu muitas faltas e perdeu muitas jardas com isso. Mas o time acordou e jogou duro o restante da partida. Num belo lançamento do quarterback Lipe Melare o tight end Bruno Pultz fez o primeiro touchdown da história do Lizards! Mesmo com toda pressão, os Lizards não conseguiram reverter o placar que terminou 10 a 7 para a equipe mineira.

O segundo jogo seria contra o Limeira Tomahawk e os Lizards sabiam que teriam chances de vitória nesse jogo e para isso treinaram muito e estudaram os pontos fortes e falhos do adversário. A dura partida aconteceu na cidade de Jundiaí-SP e foi disputada debaixo de muita chuva.

Tomahawk (esq.) x Lizards (dir.) - Foto: Oscar Verzola
Tomahawk (esq.) x Lizards (dir.) – Foto: Oscar Verzola

O Empyreo Leme Lizards seguiu firme em sua trajetória de concluir uma etapa de cada vez e após construir um belíssimo campo, formar uma equipe e prepará-la para ser competitiva, faltava agora a primeira vitória para concluir mais um passo à frente. E ela veio nesse jogo sobre a equipe de Limeira: 17 a 14.

A preparação para o terceiro jogo foi muito conturbada. Os Lizards sabiam da força do Paulínia Mavericks e, além disso, o jogador Lê que está com a equipe desde o seu inicio passou por um gravíssimo problema de saúde. O jogador da linha defensiva ficou dias na UTI e isso sem dúvida alguma mexeu um pouco com a cabeça dos jogadores, mas mesmo assim o time reuniu forças e rumou novamente para Jundiaí para enfrentar mais um desafio.

lizardsxmavericks
Lizards (esq.) x Mavericks (dir.) – Foto: Oscar Verzola

Os “Lagartos” não puderam contar com seu QB titular e a responsabilidade de carregar o ataque ficou com o jovem QB Coelho. O jogo foi muito duro e marcado pelas defesas, o placar só poderia ser baixo: 12 a 4 e vitória dos Mavericks.

O próximo jogo seria na cidade de Leme e com os resultados das outras equipes os Lizards entrariam em campo dependendo de uma vitória para se classificarem para os playoffs! O jogo seria contra o Avaré Mustangs, que também jogava por uma classificação e tudo isso contribuiu para um jogo fantástico!

Em uma disputa muito parelha a equipe de Leme conseguiu a vitória por 22 a 20. Com a posse de bola no final, o time de Avaré tentou avançar para tentar um field goal que lhes daria a vitória. A disputa seguiu acirrada até o último segundo da partida, o que prendeu a atenção de todos os presentes até o apito final dos árbitros.

Lizards (azul) x Mustangs (branco) - Foto: Oscar Verzola
Lizards (azul) x Mustangs (branco) – Foto: Oscar Verzola

O Empyreo Leme Lizards tinha conseguido a classificação para os playoffs em seu primeiro campeonato disputado. Nesse dia todos foram recompensados e perceberam que tanto estudo, treinos, broncas e esforços não foram em vão!

A última partida seria contra a fortíssima equipe do Botafogo Challengers de Ribeirão Preto-SP e justamente contra o adversário mais forte (e até então a melhor equipe da competição) os Lizards foram muito mal. A partida em nada mudaria a situação da equipe de Leme e sem a devida motivação e com muitos desfalques e improvisos rumaram para a cidade de Limeira para encerrar a primeira fase do torneio.

Lizards (azul) x Challengers (preto)
Lizards (azul) x Challengers (preto) – Foto: Oscar Verzola

Os “Lagartos” sofreram uma derrota elástica pelo placar de 91 a 6 e logo após o jogo a diretoria se reuniu com os jogadores, porque medidas drásticas precisariam ser tomadas após esse resultado. Ao menos essa partida serviu de lição para todos, porque o Empyreo Leme Lizards irá ter outra pedreira pelos playoffs: Corinthians Steamrollers!

A jovem equipe sabe de todas as dificuldades e tomou a II Super Copa São Paulo acima de tudo como um enorme aprendizado, já que é apenas a primeira competição oficial com apenas alguns meses de experiência jogando full pad. E nessa primeira competição já enfrentaram as (prováveis) duas equipes mais fortes do estado, portanto lições não irão faltar!

Com os pés no chão o Empyreo Leme Lizards segue escrevendo a sua história e vai aos poucos subindo os degraus necessários para o seu crescimento!

Convidamos todos pra curtir a nossa página no facebook, porque lá informaremos sobre os jogos e a equipe. E também convidamos todos pra vir à Leme conhecer o primeiro campo oficial do país! Venham prestigiar os jogos decisivos da Super Copa São Paulo e também os jogos da quinta edição do Torneio Touchdown!

Go Lizards!

*Este é um texto colaborativo, o qual representa a opinião do autor e não a opinião do 11jardas.com ou de seus editores*
Quer ser um colaborador do 11 Jardas? Então cadastre-se em PARTICIPE.

Escrito por Jabá

Sou um cara do interior de São Paulo que sempre esteve envolvido com quase todo tipo de esporte. Músico por profissão constantemente troca os acordes por uma corrida, pedalada, partida de futebol etc. Admirador das estratégias de guerra, vi no futebol americano a combinação perfeita de tática e disciplina dentro de um esporte.