Na base da corrida, Steamrollers conquista título em cima do Challengers super copa sao paulo_logo - Relacionado Full view

Na base da corrida, Steamrollers conquista título em cima do Challengers

Domingo de sol na cidade de Leme-SP, o jogo com cara de revanche para o Botafogo Challengers, já que perderam a final do ano passado para o Corinthians Steamrollers. Já para os jogadores do time alvinegro, era mais uma oportunidade de manter a série invicta da equipe: 34 jogos até esta final.

A cidade de Leme, casa do Empyreo Leme Lizards, foi escolhida por possuir o único campo permanente de futebol americano com marcações oficiais do Brasil.
A torcida do Challengers foi a primeira a chegar, com muita animação e confiança que naquela tarde, a série invicta do Corinthians seria destruída. Aos poucos, a torcida corintiana foi tomando conta da sua parte nas arquibancadas, contando também com o empurrão de uma torcida organizada (oriunda do soccer). Estiveram presentes ainda membros de outras equipes de futebol americano do Brasil, como a equipe local do Empyreo Leme Lizards, Santos Tsunami, Vinhedo Lumberjacks, Paulínia Mavericks entre outros.

Campo do Empyreo Leme Lizards - Foto: Júlio Silva/11 Jardas
Campo do Empyreo Leme Lizards – Foto: Júlio Silva/11 Jardas

O jogo começou com muitas faltas dos dois lados e com as defesas se sobressaindo ao ataque. A defesa do Challengers mostrando que estavam atrás do caneco, logo veio a interceptação do CB Davi Arduino, deixando a equipe de Ribeirão Preto já na linha de 30 jardas do campo de ataque. Após três tentativas sem sucesso do ataque do Botafogo em prosseguir na campanha em direção à endzone alvinegra, veio a tentativa do field goal. Porém, sem sucesso, a bola saiu fraca dos pés do kicker, dando a oportunidade de retorno para o jogador Mauá da equipe do Corinthians, que não conseguiu ir muito longe.

Após mais algumas tentativas sem sucesso de marcar dos dois ataques e com as defesas continuando o ótimo trabalho, veio após uma falha, a oportunidade de abertura do placar pelo Steamrollers. A equipe do Botafogo foi para o punt em uma quarta descida, mas o snap foi errado. O punter ainda correu atrás da bola e em uma tentativa de afastar a bola, chutou a bola com ela estando ao chão, jogada que é considerada falta. Isso deixou o Corinthians dentro da redzone do Botafogo. E após uma corrida do fullback Márcio Thyrso, o time de São Paulo abriu o placar. E depois, com o kicker Marcelinho acertando o ponto extra, foi aberta a vantagem de 7×0 no primeiro quarto de partida.

As faltas continuaram no jogo, prejudicando as duas equipes. Faltas que levaram três jogadores a serem excluídos do jogo, dois da equipe do Corinthians Steamrollers e um do Botafogo Challengers. Toda vez que tinha um punt para a equipe de Ribeirão, era um momento de tensão para o time. Durante o jogo, houve três jogadas de punt com snaps errados. O Corinthians voltou a marcar com um field goal do kicker Marcelinho, de aproximadamente 30 jardas, após ele ter errado um de 45 jardas.

Com a adversidade no placar, a equipe do Botafogo foi para jogadas de profundidade no passe, alguns bem executados, crédito para o WR #81 Veschi, que pegou um ótimo passe de 30 jardas, colocando sua equipe na redzone alvinegra, porém algumas jogadas depois, o CB #27 Rapha faz a interceptação, acabando com as chances de pontuação dos Challengers naquele drive.

Já na parte final do jogo, o Steamrollers acaba colocando números finais com uma ótima corrida pelo meio do RB #29 Jeff (17 a 0). O jogo terrestre foi a marca da equipe durante todo o jogo, arriscando poucos passes. Placar desfavorável e o jogo já no final, o Botafogo força um fumble em cima do jogador do Steamrollers. O time estava próximo de tirar o zero do placar, mas mais uma vez o QB dos Challengers foi interceptado, dessa vez pelo jogador Mauá, encerrando de forma melancólica essa final para a equipe. Após a interceptação foi só o QB Cauê ajoelhar e iniciar a festa do tri campeão estadual e ainda invicto, agora são 35 partidas. As equipes voltam a se enfrentar ainda esse ano, só que pelo Torneio Touchdown V, no dia 26 de outubro.

*Este é um texto colaborativo, o qual representa a opinião do autor e não a opinião do 11 Jardas.com ou de seus editores*
Quer ser um colaborador do 11 Jardas? Então cadastre-se em PARTICIPE.

Escrito por Jeferson Gama

Torcedor Patriota, acompanho o time desde 2007 e o esporte mais a fundo desde 2008. Aprendi as regras com um amigo e as táticas jogando Madden. Já escrevi para um blog de assunto esportivo, mas voltado para o "soccer". Agora a busca é em acompanhar um jogo da NFL no estádio.

  • Tulico

    Parabéns pela matéria, dificil achar informações e principalmente opiniões sobre o futebol americano no Brasil.

    Vai SteamRollers!!!!!

    • Sou Fe3 do esporte, e acnphaomo sempre, o Jogo em sim foi bom, mas a estrutura deixou a desejar, deixaram de cumprir algumas regras do campeonato, espero que as devidas punie7f5es sejam executadas, para a prf3pria credibilidade do Torneio,