NCAA Football: Algumas diferenças nas regras do College Football para a NFL (parte 1) ncaa-football-logo - Relacionado Full view

NCAA Football: Algumas diferenças nas regras do College Football para a NFL (parte 1)

Bem, antes de começar com a segunda parte da nossa “coletânea” sobre o NCAA Football, gostaria de agradecer ao público fiel do 11 Jardas por ter me recebido tão bem em minha primeira publicação para o blog. E também aconselho aos que ainda não leram a primeira parte, que leiam, pois muitas coisas que lá foram explicadas serão úteis para compreender alguns termos que serão usados neste texto.

Chega de enrolação e vamos ao que interessa: Neste texto, iremos ver algumas diferenças nas regras que são aplicadas no College Football e na National Football League, para não ficar uma leitura cansativa, este texto foi dividido em duas partes. Vamos lá:

Começando com a parte histórica, no início do NCAA Football foi estipulado um conjunto de 61 regras de como seria disputado o football. Esse conjunto de regras mais tarde seria introduzido também como base das regras do pro-football (futebol profissional), que depois seria chamado de NFL. Com o advento do pro-football, foi necessário então fazer algumas modificações nessas regras, e a partir desse momento, NFL e NCAA Football tinham cada um seu grupo de regras. Esses dois conjuntos de regras têm evoluído lentamente com algumas diferenças importantes que serão explicadas mais a frente. Essas diferenças serão simplificadas para fácil compreensão de todos. Essas regras podem ter várias outras normas e interpretações, dependendo das circunstâncias do jogo.

Hash marks - Foto: Edward John
Hash marks – Foto: Edward John

O campo de jogo: Tanto no Pro quanto no College Football, o campo possui 100 jardas (uma jarda equivale a aproximadamente 0,91m) de comprimento, na verdade são 120 jardas, mas as 10 jardas de cada end zone não são contadas oficialmente, e 53,3 jardas de largura. A principal diferença em campo são as famosas hash marks ao longo do campo. Na NFL, as hash marks são alinhadas aos postes do field goal e a 21,56m de distância de cada sideline. Já no NCAA Football, elas são alinhadas a apenas 18,29m de distância das sidelines para dar ao kicker uma sensação de estar em um campo lateralmente maior e também aumentando os ângulos para os chutes de field goals em situações em que a bola se encontra em cima de uma hash mark.

Ainda sobre as especificações do campo, em relação aos postes de field goal, no College Football eles são separados por uma distancia de 23ft4in (23 pés e 4 polegadas), que seria o equivalente a 7,14m, enquanto na NFL, eles são separados por apenas 18ft6in, o equivalente a 5,64m.

A bola: em relação a tamanho; largura; peso; comprimento, enfim, as bolas usadas na NFL e NCAA têm as mesmas especificações físicas, porém existe uma diferença na estética. Pois a bola usada no College Football possui listras brancas em suas extremidades para que sejam facilmente visualizadas quando estão no ar (principalmente em jogos noturnos). O porquê dessas listras é simples: nos estádios e campos em que o College Football é jogado, nem sempre tem uma iluminação eficiente e boa no nível dos estádios e domes da NFL, então a NCAA começou a usar bolas que fossem facilmente visualizadas em condições variadas em relação à iluminação dos locais de jogo.

E finalmente algumas diferenças de regras no jogo em si… O avanço da bola, por exemplo: No College, o avanço da bola só para quando o corpo do jogador que porta a bola encostar no chão (exceto contato com as mãos/punhos e com os pés). Ou seja, se o jogador recebe a bola, tropeçar e cair no chão, a jogada é parada no momento em que ele toca o chão (o jogador não precisa receber o contato do adversário), e então na próxima play o time de ataque começará do ponto em que o jogador caiu no chão. Na NFL o avanço da bola é semelhante ao College Football, porém, a jogada só para no momento em que o jogador entra em contato com o solo e com o defensor. Ou seja, se o jogador recebe a bola e cai no chão ele ainda está apto a avançar com a bola, a não ser que ele caia no chão e um defensor entre em contato físico com ele, então a jogada é finalizada no momento do contato entre receptor da bola e defensor.

Em muitos jogos na NFL, podemos observar que em algumas jogadas de passe, o jogador recebe a bola no ar e ao tocar o campo com apenas um dos pés e o outro pé fora de campo, a jogada é considerada inválida (em inglês, esse tipo de lance é chamado de Out of Bounds), isso ocorre porque as regras da NFL definem que o jogador precisa ter a posse de bola e pisar com os dois pés dentro do campo para a jogada poder ser considerada como válida. Já no NCAA Football, o jogador só precisa ter a posse de bola e pisar com um dos pés dentro de campo para a jogada ser considerada válida.

Jogador com apenas um pé em campo em partida pelo High School - Foto: mlive
Jogador com apenas um pé em campo em partida pelo High School – Foto: mlive

Na segunda parte do texto, falarei sobre diferenças no cronômetro, em uma forma de pontuação e um pouco do bowls do College e do Super Bowl da NFL.


*Este é um texto colaborativo, o qual representa a opinião do autor e não a opinião do 11jardas.com ou de seus editores*

Quer ser um colaborador do 11 Jardas? Então cadastre-se em PARTICIPE.

Escrito por Paulo R. G. Escanhoela

Sou bem sociável. Gosto muito de futebol americano, comecei no esporte há 2 anos (Vipers Army atualmente). Tenho uma base boa de conhecimento tanto no NCAA, quanto na NFL. Sou um profissional no quesito Madden e NCAA pra qualquer plataforma de videogame! Enfim, sou um apaixonado pelo FA.